quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

ALIMENTOS ENÉRGITOS E CONSTRUTORES



ALIMENTOS ENERGÉTICOS E CONSTRUTORES

 Vivemos escutando conselhos: não coma gordura, não coma doce, não coma pão, não coma isso, não coma aquilo. Não, não, não e não - droga de vida sacrificada.
Temos que ter bom senso, equilíbrio, lógica, inteligência. Muito resumidamente, podemos afirmar que existem dois tipos de alimento: os energéticos e os construtores.
Alimentos energéticos, carboidratos e gorduras são o combustível de nosso corpo. Para respirar, correr, amar, pensar, enfim, para viver, o ser humano usa o "combustível" fornecido pelos alimentos energéticos.
Os alimentos construtores servem de matriz à construção de nossos órgãos: músculos, unhas, cabelos, dentes... e vai por aí afora. Os alimentos construtores são representados pelas proteínas encontradas nas carnes magras, no leite, na clara de ovo e nos peixes.
Coitados dos alimentos energéticos. Acabaram transformados nos vilões da história. Vira e mexe, alguém aponta o dedo em direção a eles, acusando-os de responsáveis por todos os males da humanidade.

quarta-feira, 25 de março de 2020

COMO ESCOLHER ADOÇANTES

Adoçantes são substitutos ideais para o açucar ?


Eles são pobres em calorias e poderosos em adoçar. Seriam a melhor opção, se os adoçantes não carregassem com elesalguns problemas, como excesso de substâncias químicas. "Para o dibaético o adoçante é melhor, para uma criança ou jovem normal, qu tende a gastar mais calorias,  o açúcar e preferível."Além disso após ingerir o adoçante, a vontade de comer doce não é totalmente suprida, já que não produz o mesmo efeito no cerébro que o açúcar e uma vez que os doces feitos com adoçantes, dá a impressão que podem ser consumidos em maior quantidade, ledo engano. O ideal é sempre variar entre o aspartame, sacarina, etc., e tentar escolher os extraídos de vegetais como o esteviosídeo e sucralose. 

Abaixo algumas características dos principais adoçantes:

ACESSULFAME: é sintético e utilizados na produção de bebidas, chocolates e geléias. Não apresenta efeitos tóxicos, mas é contarindicado para pessoas hipertensas e com doenças renais, pois é rico em potássio e sódio.

ASPARTAME: vindo dos aminoácidos dos alimentos, é bastante usado em produtos industrializados. Não é indicado para culinária, pois perde seu poder adoçante em altas temperaturas. Existe uma associação ao surgimento das doenças tais como: tumores, alergias, Alzheimer e Parkinson. É contraindicado a portadores de fenilcetonúria e grávidas.

CLICLAMATO: sintético, estável em temperaturas elevadas e bastante usado em produtos dietéticos. Deve ser evitados por hipertensos e doentes renais.

FRUTOSE: é soluvél em água e não sensível a temperaturas elevadas, conservando seu sabor. Além de ser natural, tem absorção mais lenta que a glicose, porém estudos indicam o comprometimento do organismo na absorção de minerais.

ESTEVIOSÍDEO: extraído da planta Stévia rebaudiana é estável a altas temperaturas. É 100% natural, sem qualquer componente artificial em sua formulação.

SACARINA: derivado do petróleo e resistente a altas temperaturas. É contarindicado para hipertensos e pacientes com comprometimento renal.

SUCRALOSE: tem como base a sacarose, resiste a altas temperaturas e não apresenta efeitos tóxicos. É metabolizada pelo organismo e liberado pela urina em 24 horas. Não contém containdicações.

sábado, 21 de março de 2020

TIPOS DE AÇÚCAR - ESCOLHA O MAIS SAUDÁVEL


O objetivo é o mesmo : adoçar. No entanto a variedade de açúcar não é a toa. Apesar de terem a origem da cana-de-açúcar em comum, cada tipo de açúcar apresenta caracteriísticas diferentes. "Quando falamos de açúcar, devemos sempre dar preferência à sua forma mais natural possível, para que traga algum benefício ao organismo."

REFINADO

 O mais conhecido e utilizado, esta versão passa pelo processo de refinamento, quando grande parte da sua composição é descartada, dando lugar para aditivos químicos como o enxofre, com intuito de deixá-lo branquinho e solto. Há a perda de vitaminas e minerais naturais da cana-de-açúcar, deixando o açucar como uma caloria vazia, isto é , sem nutrientes, servindo apenas para saciar o paladar e aumentar os níveis de glicose no sangue. O mais prejudicial e grande vilão do grupo de açúcar é o mais consumido pela população em geral: o AÇÚCAR REFINADO.

ORGÂNICO 

O diferencial se dá na forma de cultivo e processamento, já que não são utilizados agrotóxicos nem substâncias artificiais em nenhum momento. Tem o mesmo poder adoçante do açúcar refinado e cristal. Por exigir mais cuidados na produção, esta variedade tem valor mais elevado.

MASCAVO 

É a versão mais bruta do açucar, extraído após o cozimento do caldo-de-cana, o que mantém o sabor característicos. É úmido e tem coloração escura. Por não passar pelo refinamento, conserva alguns nutrientes como ferro e cálcio. Mas não é porque é mais saudável que pode ser consumido em grandes quantidades.  Sendo açúcar, vai aumentar os níveis de glicose no sangue e promover o aumento de peso.

LIGHT

É a combinação de açúcar refinado com adoçantes artificiais como o aspartames, o ciclamato, a sacarina ou sucralose que quadruplicam o poder de adoçar. Um cafézinho só precisa de 2 gramas de açúcar para adoçar, contra 6 gramas do açúcar comum. Por isso quem consome o light ingere menos calorias. Como contém açúcar comum não é aconselhavel para os diabéeticos.


domingo, 4 de junho de 2017

BENEFÍCIOS A MAIS DOS PROBIÓTICOS

Você sabe o que é probiótico ?

Com certeza você já ouviu falar que os probióticos, as bactérias "boas" que existem no iogurte, nos queijos curados, leites fermentados e em suplementos, ajudam a aliviar problemas digestivos como diarreia e síndrome do intestino irritável. Alguns pesquisadores acham que os bichinhos do bem podem melhorar a saúde de outras maneiras. Entre os possíveis benefícios estão: 

Mais de 500 espécies de bactérias boas e ruins vivem no intestino


  • Coração mais saudável
          Recentemente pesquisadores descobriram que quen tinha colesterol alto e tomava iogurte com             Lactobacillus reuteri, teve o nível de LDL, o colestoterol ruim, reduzido em quase 9% em seis             semanas.

Iogurte com frutas

  • Menos ansiedade
          Quem tomou durante 30 dias suplementos contendo cepas específicas contendo o Lactobacillus           e Bifidobacterium longum ficou menos estressado.

Leite fermentado

  • Dentes e gengivas mais limpos
          Uma outra pesquisa chegou a conclusão que o Lactobacillus reuteri e o Bifidobacterium                       conseguem reduzir algumas cepas de bactérias prejudiciais que provocam a cárie e a gengivite.

  • Menos tosse e resfriado
          Tomar suplementos com probióticos reduziu em 12% o número de infecções do trato                           respiratório superior e diminui o número de pessoas que tiveram pelo menos um resfriado forte,          de acordo com uma análise de 10 estudos em 2011.


AS FONTES MAIS INTELIGENTES

Alimentos naturais: Muitas das bactérias mais benéficas surgem no iogurte naturalmente com as "culturas vivas ativas" e em alimentos fermentados, inclusive em outros laticínios fermentados e produtos à base de soja, como tempê e missô.

Alimentos específicos: Os comprimidos de probióticos contêm mais bactérias boas que os alimentos, A dose varia de acordo com a cepa, pergunte e se oriente com algum médico. 

Gostaram, então clique no link azul do meu blog.!! Obrigada.